Uma Busca por Qualidade Escolar

Todos os pais se preocupam com o tipo de escola que seus filhos vão estudar e sua qualidade.

E esta preocupação claramente demonstra não só a consciência que já existe sobre o papel que a escola desempenha na sociedade, bem como a sua importância em relação às expectativas dos pais sobre o futuro das crianças.

qualidade-escolar

A escola desempenha hoje em dia um papel muito importante no futuro dos estudantes, a fim de permitir ou não a eles acesso a determinadas carreiras, portanto, a participação dos pais na vida acadêmica de seus filhos é um direito cada vez reivindicado por eles.

Consciente desta tomada de posição dos pais, as escolas pedem a participação das famílias na vida escolar, no entanto, enquanto esta presença é instado e e bem recebida, crescem igualmente os conflitos entre o desejo de controle paterno e a necessária independência profissional dos professores.

Críticas dos pais à Escola

Muitas vezes a escola é criticada porque suas propostas são incompreensíveis para alguns pais ou entram em conflito com a sua visão da sociedade e o papel que a escola deve ter.

A escola, em uma tentativa de se adaptar aos estímulos que as crianças recebem no meio, de todos os canais que estão expostas (especialmente a televisão e a Internet), muitas vezes faz propostas educacionais que geram a desorientação de alguns pais.

A escola não funciona, ao contrário do que se pensava nos anos cinquenta, como uma empresa, isso ocorre porque os processos de ensino não têm um caráter unívoco e são multidirecionais.

Dificulta ainda a ação da escola, e a expõe a críticas, o fato de ela se constituir como terreno sobre o qual “todos têm experiência”, e ainda as componentes ideológicas, políticas e sociais que são inerentes ao processo de tomada de decisões, implícito ou explícito, realizado pelos ministérios, quando dizem o que você tem que ensinar e como os professores devem gerenciar cada fase da sua tarefa (planejamento, prática e avaliação).

Os responsáveis pela qualidade da escola

Desde a família, passando pelos ministérios, administrações, pedagogos e até os próprios alunos, todos são, portanto, agentes implicados no processo de ensino-aprendizagem, cada um com os seus pontos de vista a definir a finalidade e o âmbito escolar e, consequentemente, a qualidade da educação.
Os pontos de vista mais tradicionais argumentam que a escola deve ter como principal objetivo transmitir conhecimentos e valores que passam de geração em geração.

Como fazer uma educação de qualidade

As visões mais modernas afirmam, por sua parte, que a escola deve preparar as crianças para o futuro, colocando ao alcance de uma bagagem cultural que atenda aos requisitos da sociedade do futuro.
Combinando as duas posições, a escola deve trabalhar para estar atualizada em termos de tecnologia e também deve procurar promover os valores da convivência e respeito.

Na educação temos de ter em conta as necessidades atuais dos alunos, e, além disso, satisfazer as expectativas dos adultos (professores, pais, familiares, políticos) em relação ao que deve ser feito na escola, de modo que o aluno pode enfrentar a sua vida futura baseada em os conceitos de sociedade e pessoa que eles defendem.

No entanto, uma vez que vivemos em sociedades pluralistas, compostas por grupos sociais, econômicos e culturais diferentes, que modelos e valores devem servir a escola? Os do grupo dominante?
Ou significados universais de formas públicas de conhecimento representadas nas várias disciplinas escolares? Em todos os casos, o que fazer para determinar ambos?

O papel do professor na qualidade escolar

Professores assumem um papel importante e podem jogar este explícita ou tacitamente.
Por seu lado, as famílias têm de conhecer os fundamentos ideológicos, culturais, psicológicos e disciplinares da administração e dos professores sobre a educação das crianças.

Para tentar responder às perguntas de todos os envolvidos no processo escolar, muitas vezes o padrão é o planejamento de modelos ideais sugeridos pelas administrações, e que têm a orientação para promover os valores de convivência, respeito mútuo e formas democráticas de convivência.

No entanto, apesar das boas intenções, os problemas surgem muitas vezes, quando essas diretrizes precisam ser realizadas.

Ações conjuntas para a melhoria da escola

  • Convocar e organizar reuniões
  • Entrar em contato com as esferas superiores
  • Buscar ajuda em ONGs, institutos e universidades
  • Promover a conscientização de todos envolvidos sobre os problemas escolares
  • Criar e manter bons meios de comunicação (Jornal escolar, Facebook, Site, mural, bilhetes e recados)

Tabela de apoio

Como não é moleza passar da água para o vinho, e eu sei disso tanto quanto você, começar a mudança na qualidade da educação requer muito mais do que somente pensar e discutir o tema, sendo fundamental a tomada de ações práticas e efetivas.

Algumas ações para a melhoria da educação tem efeito prático em curto prazo, outras precisam de um período maior para execução e nem sempre os resultados são visíveis a cada etapa, mas acreditar e manter o alinhamento inicial é fundamental.

Como apoio à sua busca por qualidade escolar, elaboramos essa tabela com alguns indicadores que você pode usar como referência, e você está mais do que livre para usar e modificar da maneira que você achar mais produtiva e direcionada aos seus objetivos escolares.

Conclusões sobre a qualidade escolar

Nunca há fórmulas mágicas para implementar os valores universais de modo a que todos sejam de acordo.

E se você escolher valorizar os valores de grupos minoritários, também é difícil de discernir quando não está a discriminar outros grupos.

Aqui, apenas o bom senso de quem está no campo, professores e administradores, podem fazer escolhas e decisões, existindo em cada caso uma solução e para o mesmo caso, em momentos diferentes, muitas vezes também soluções diferentes.

É neste contexto que as escolas têm de se definir, e tem que dar credibilidade a quem as procura para confiar seus filhos.

Cansou de procurar atividades e não encontrar? Veja minha apostila pronta.

Então, nós apresentamos em seguida alguns indicadores de qualidade que as escolas podem tomar para criar essa imagem de confiança que os pais procuram.